Diese Seite drucken
Donnerstag, 21 Januar 2021 09:20

Esteban Ocon e Alpine A110S partem para o ataque no Rali de Monte Carlo 2021

geschrieben von Projekt-Renault
Artikel bewerten
(0 Stimmen)

O piloto da Alpine F1 Team Esteban Ocon assumirá o volante do Alpine A110S nesta quinta-feira 21 janeiro, participando da etapa especial do Rali de Monte Carlo de 2021.

Esteban assumirá pela primeira vez o volante do Alpine A110S como piloto da Alpine F1 Team, em sua primeira participação em um rali.

 Esteban vai pilotar em duas especiais durante o dia de abertura do 89º Rali de Monte Carlo com o carro oficial de corrida VIP, começando por uma sessão de testes privados no período da manhã, para se inteirar de todas as sutilezas do Alpine A110S nas singulares condições da prova.

 A largada do rali será dada na quinta-feira às 13h10, na cidade de Gap. Esteban vai pilotar no ES1, um percurso de 20,58 km entre as cidades de Saint-Disdier e Corps, e no ES2, que vai de Saint-Maurice a Saint-Bonnet. A etapa especial acontece 70 minutos antes da participação dos pilotos oficiais do Campeonato Mundial de Ralis, incluindo os compatriotas de Esteban Ocon: Sébastien Ogier, atual Campeão Mundial, e Pierre-Louis Loubet, seu parceiro de treinamento durante a pausa de início do ano.

O francês exibirá seu número de corrida (n° 31) no Alpine A110S, adornado com sua tradicional e emblemática carroceria na cor azul.

 Nesta semana, a Alpine terá cinco equipes participando na categoria R-GT do Rali de Monte Carlo, com Cédric Robert, Emmanuel Guigou, Philippe Baffoun, Pierre Ragues e Raphaël Astier ao volante do Alpine A110 Rally durante os quatro dias de competição.

Esteban Ocon: “Esta é uma oportunidade fantástica e não vejo a hora de viver minha primeira experiência no Rali de Monte Carlo. Este é um evento lendário, uma joia do calendário do automobilismo esportivo e sei como vai ser especial participar disso. Não vejo a hora de pilotar o magnífico Alpine A110S. Conheci o Alpine A110 em outubro passado, dando três voltas em Nordschleife. Foi um dia inesquecível, com um carro extremamente confortável e ágil. Ele nasceu para este tipo de desafio, com curvas fechadas e passos de montanha. Sempre sonhei em participar de um rali, por isso pilotar o Alpine A110S em Monte Carlo é perfeito para começar o ano.

Patrick Marinoff, diretor geral da Alpine Cars: “A participação de Esteban no Rali de Monte Carlo 2021 marca a primeira ativação reunindo a Alpine Cars e a Alpine F1 Team. A Alpine possui uma história extremamente rica em ralis, principalmente nesta prova em Monte Carlo. Este é o lugar ideal para que nosso piloto de F1 possa penetrar nas mais belas páginas da história da marca, apreciando a agilidade e experiência excepcional de condução do Alpine A110 nas estradas emblemáticas para as quais foi concebido. A Alpine está bem representada neste evento e estamos ansiosos para ver, além da passagem de Esteban nas especiais, como o fim de semana vai se desenrolar para os nossos carros.

Sobre o Alpine A110S

O A110S é fiel aos princípios atemporais da Alpine: leveza, compacidade, agilidade e conforto no uso diário. Ele se destaca das outras versões por sua potência do motor, um chassi de precisão e sofisticados elementos de estilo. A atenção ao detalhe e a utilização de materiais topo de linha, como o carbono e os revestimentos Dinamica demonstram sua natureza intransigente. O Alpine A110S é o carro esportivo mais intenso da Alpine.

 - Motor turbo: Com uma potência máxima de 292 cv, o A110S é o modelo mais potente da gama A110. O motor de quatro cilindros de 1,8 litro é o mesmo, mas a pressão de sobrealimentação do turbo foi aumentada em 0,4 bar, para oferecer o melhor desempenho. O A110S é um cupê de dois lugares com motor em posição central traseira, que entrega prazer e sensações mesmo em altíssima velocidade.

 - Chassi Sport: A regulagem do chassi esportivo do A110S oferece estabilidade em alta velocidade e aderência ao solo com precisão, fazendo do A110S um carro esportivo de respostas rápidas. As novas molas helicoidais são 50% mais rígidas e os amortecedores foram regulados para trabalhar em perfeita harmonia. As barras estabilizadoras — ocas para minimizar o peso — são 100% mais firmes.

 - Suspensões e freios: Associada à carroceria leve de alumínio, a suspensão de dupla triangulação condiciona a agilidade e o conforto do A110S. Os freios de alta performance com a assinatura Brembo são potentes e duráveis. As rodas e pneus largos, bem como a construção e um composto específico conferem ao A110S uma excelente aderência mecânica.

Alpine no Rali de Monte Carlo

 A Alpine nasceu do rali, particularmente com a vitória de seu fundador Jean Rédélé durante a Coupe des Alpes, um célebre rali de montanha que representava uma verdadeira provação para homens e máquinas. A partir de 1954, a marca Alpine é lançada.

Ao participar das etapas especiais nos anos 1960, o Alpine A110 conquista um grande sucesso. Em 1969, Jean Vinatier e Jean-François Jacob terminam em terceiro no Rali de Monte Carlo. Um ano mais tarde, Jean-Pierre Nicolas e Claude Roure repetem a façanha e Ove Andersson conquista o primeiro troféu da Alpine em Monte Carlo, com uma tripla vitória do A110 em 1971.

Criado em 1973, o Campeonato Mundial de Ralis (WRC) abre sua temporada inaugural em janeiro, no Rali de Monte Carlo. O Alpine A110 dominava de ponta a ponta. Jean-Claude Andruet e Michele Petit vencem com 26 segundos de vantagem sobre seus companheiros de equipe Ove Andersson e Jean Todt, enquanto que Jean-Pierre Nicolas e Michel Vial completam o pódio monopolizado pela Alpine. Apesar da ausência do campeonato de pilotos, a Alpine conquista o título de construtores no fim do ano, com uma bela vantagem de 74 pontos.

Fonte: Sala de Imprensa Renault

Gelesen 492 mal

Ähnliche Artikel